quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PROVINHA BRASIL

Os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental da escola João Paulo II fizeram pela primeira vez a Provinha de matemática. A iniciativa é implementada pelo Ministério da Educação (MEC), através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), desde 2008 com a Provinha Brasil de português e este ano inovou com a avaliação também de matemática.


O objetivo da prova é avaliar os conhecimentos dos estudantes na fase inicial de alfabetização com questões sobre os números e operações, geometria, grandezas e medidas, além da resolução de problemas de subtração. O teste com 20 questões de múltipla escolha foi aplicado pelos próprios professores em sala de aula.


Nós que formamos a escola J.P.II, estamos muito felizes com o 1º resultado da provinha Brasil de matemática afirma Patricia, coordenadora pedagógica, é a primeira vez que a provinha acontece com esta disciplina, e foi muito satisfatório, isto se deve primeiramente ao trabalho feito pelos nossos professores, que não medem esforços, e muita dedicação a essas turmas tão especias. A ajuda e a presença dos pais, é uma constante. O que vem comprovar como essa parceria é e sempre será vitoriosa!


Para gildeny, coordenadora, o fato dos estudantes terem participado da provinha de português facilitou a aplicação da prova de matemática. “Como eles já tinham tido outra experiência no início do ano agora foi mais tranqüilo”, disse.




terça-feira, 27 de setembro de 2011

ESTAMOS DE VOLTA!!!

,

Olá a todos,



Se é que existe alguém ainda acompanhando o nosso blog, depois de tanto tempo parado e fora do ar.


Mas estamos de volta , e dessa vez é pra valer, para falarmos um pouco de nossa querida escola, nosso dia-a-dia, festividades, e também reunirmos algumas informações de diversas fontes e até mesmo textos feitos por nós para explicar um pouco sobre o nosso mundo (Esc. J.P.II.)

Mas é isso aí, chega de enrolação, espero que todos curtam o blog e acompanhem.

SEJAM TODOS BEM-VINDOS!!!








,

quinta-feira, 21 de maio de 2009

PARA REFLETIR

ESCOLHA VIVER



João era um homem otimista e com ótimo humor. Quando alguém via o lado ruim de alguma coisa, João procurava mostrar o lado para aquela pessoa. João dizia: “quando acordo tem duas escolhas: passar o dia bem-humorado ou passar o dia mal-humorado. Escolho passar o dia bem-humorado! Um dia, João em um assalto foi baleado e foi levado para o hospital praticamente sem chance de sobreviver. Médicos e enfermeiras olharam para João e viram a situação gravíssima dele. A expressão no rosto de cada enfermeira e médico fez João pensar:” para eles eu sou um homem morto. Naquela hora João pensou: tenho duas escolhas: “lutar para viver ou morrer”. Uma enfermeira se aproxima de João e pergunta se ele é alérgico à alguma coisa. Todos esperam sua resposta. João diz: “Sim, sou alérgico a uma coisa. Sou alérgico à balas de revólver”. Médicos e enfermeiras riram e João então fala na voz mais alta que conseguiu naquele momento: “Estou escolhendo viver. Operem-me como um vivo e não como um morto”. Médicos e enfermeiras a partir do momento que viram a vontade de viver de João também passaram a acreditar que ali era um momento a se lutar pela vida. Tudo correu bem e esta é uma história que celebra a vida e mostra que diariamente temos a escolha de viver plenamente ou de morrer um pouco a cada dia.

Autor desconhecido

quarta-feira, 13 de maio de 2009

ANIVERSARIANTE DO DIA(13 de maio)


MARIA
mensagens lindas

DIA 13 DE MAIO DIA DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA


Na época em que os portugueses começaram a colonização do Brasil, não existia mão-de-obra para a realização de trabalhos manuais. Diante disso, eles procuraram usar o trabalho dos índios na lavoura. No entanto, esta escravidão não pôde ser levada adiante, pois os religiosos se colocaram em defesa dos índios condenando sua escravidão.
Assim, os portugueses passaram a fazer o mesmo que os demais europeus daquela época. Eles foram à busca de negros na África para submetê-los ao trabalho escraco em sua colônia. Deu-se, assim, a entrada dos escravos no Brasil. Os negros, trazidos do continente africano, eram transportados dentro dos porões dos navios negreiros. Devido às péssimas condições deste meio de transporte, muitos deles morriam durante a viagem.
Após o desembarque eles eram comprados por fazendeiros e senhores de engenho, que os tratavam de forma cruel e desumana. Apesar desta prática ser considerada “normal” do ponto de vista da maioria, havia aqueles que eram contra este tipo de abuso. Estes eram os abolicionistas (grupo formado por literatos, religiosos, políticos e pessoas do povo). Contudo, esta prática permaneceu por quase 300 anos.
O principal fator que manteve a escravidão por um longo período foi o econômico. A economia do país contava somente com o trabalho escravo para realizar as tarefas da roça e outras tão pesadas quanto estas. As providências para a libertação dos escravos foram tomadas lentamente.
A partir de 1870, a região Sul do Brasil passou a empregar assalariados brasileiros e imigrantes estrangeiros; no Norte, as usinas substituíram os primitivos engenhos, fato que permitiu a utilização de um número menor de escravos. Já nas principais cidades, era grande o desejo do surgimento de indústrias.Visando não causar prejuízo aos proprietários, o governo, pressionado pela Inglaterra, foi alcançando seus objetivos aos poucos. O primeiro passo foi dado em 1850, com a extinção do tráfico negreiro. Vinte anos mais tarde, foi declarada a Lei do Ventre-Livre (de 28 de setembro de 1871). Esta lei tornava livre o filho de escravos que nascessem a partir de sua promulgação. Em 1885, foi aprovada a lei Saraiva-Cotegipe ou dos Sexagenários que beneficiava os negros de mais de 65 anos.
Mas foi em 13 de maio de 1888, através da Lei Áurea, que a liberdade total finalmente doi alcançada pelos negros no Brasil. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel, abolia de vez a escravidão no Brasil.


LEI ÁUREA
Lei nº 3.353, de 13 de Maio de 1888.

DECLARA EXTINTA A ESCRAVIDÃO NO BRASIL


A PRINCESA IMPERIAL Regente em Nome de Sua Majestade o Imperador o Senhor D. Pedro II, Faz saber a todos os súditos do IMPÉRIO que a Assembléia Geral decretou e Ela sancionou a Lei seguinte:

Art. 1º - É declarada extinta desde a data desta Lei a escravidão no Brasil.

Art. 2º - Revogam-se as disposições em contrário.

Manda portanto a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da referida Lei pertencer, que a cumpram e façam cumprir e guardar tão inteiramente, como nela se contém.
O Secretário de Estado dos Negócios d'Agricultura, Comércio e Obras Públicas e Interino dos Negócios Estrangeiros Bacharel Rodrigo Augusto da Silva do Conselho de Sua Majestade o Imperador, o faça imprimir, publicar e correr.
Dada no Palácio do Rio de Janeiro, em 13 de Maio de 1888 - 67º da Independência e do Império.
Carta de Lei, pela qual Vossa Alteza Imperial manda executar o Decreto da Assembléia Geral, que houve por bem sancionar declarando extinta a escravidão no Brasil, como nela se declara.
Para Vossa Alteza Imperial ver.


A escravidão acabou neste dia, mas o preconceito continua até hoje. Cabe a cada um de nós lutarmos para que não só esse, mas todo e qualquer tipo de preconceito seja extinto.
Faça a sua parte. Eu acabei de fazer a minha.

sábado, 9 de maio de 2009

FESTA DAS MAES

sexta-feira, 8 de maio de 2009

ORGANIZAÇÃO DA FESTA DAS MÃES






O blog não podia deixar de registrar o momento, onde toda a equipe da Escola João Paulo II, botou a mão na massa para a construção das lembrancinhas das mães, foram vários dias de trabalho árduo, lutando contra o pouco tempo que restava para a realização da festa em alusão ao dia das mães, que modesta a parte ficaram lindas.

domingo, 3 de maio de 2009

PARA REFLETIR


Escola é
... o lugar que se faz amigos.
Não se trata só de prédios, salas, quadros,
Programas, horários, conceitos...
Escola é sobretudo, gente
Gente que trabalha, que estuda
Que alegra, se conhece, se estima.
O Diretor é gente,
O coordenador é gente,
O professor é gente,
O aluno é gente,
Cada funcionário é gente.
E a escola será cada vez melhor
Na medida em que cada um se comporte
Como colega, amigo, irmão.
Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados”
Nada de conviver com as pessoas e depois,
Descobrir que não tem amizade a ninguém.
Nada de ser como tijolo que forma a parede,Indiferente, frio, só.
Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,
É também criar laços de amizade,É criar ambiente de camaradagem,
É conviver, é se “amarrar nela”!
Ora é lógico...
Numa escola assim vai ser fácil!Estudar, trabalhar, crescer,
Fazer amigos, educar-se, ser feliz.
É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo.

(Paulo Freire)




ANIVERSARIANTE DO DIA(04 de maio)


CLAUDINHA


mensagens lindas

quarta-feira, 29 de abril de 2009

OBA! HORA DO LANCHE!!!





OBA! HORA DO LANCHE!!

É assim que servimos a merenda escolar, com um carrinho que tem suporte para:Panelas, pratos e talheres, as crianças fazem a maior festa . Após lavarem as mãos, a merendeira passa com o carrinho enfrente a cada sala, e assim é servido a merenda, sem nenhum risco de acidente.


BOM APETITE!!!

DESFILE EM COMEMORAÇÃO A EMANCIPAÇÃO POLITICA DE CAMPO ALEGRE 2008